+55 (48) 3648 2087 ou 98415 1710 clinicasementecristal@gmail.com

A resposta é: Sim e não.

De forma geral, dizemos que a enxaqueca é uma doença crônica e não tem cura.

Vou falar de uma paciente que atendi hoje: é uma mulher, de 35 anos, que da adolescência até um ano atrás, quando iniciou o acompanhamento aqui comigo,  tinha crises 1 a 2 vezes por semana. Ela buscou atendimento por acupuntura durante a gravidez, pois não podia tomar medicamentos. Suas crises eram intensas, e ela precisava ficar isolada em um quarto escuro, no silêncio até passar. E quando as crises passavam, ela ainda precisava ficar descansando pois sentia muito cansaço. Como ela conseguia prever as crises, pois percebia a Aura, com pontos luminosos, além de mal-estar geral, conseguimos estabelecer um plano de abortamento das crises. Como tratamento preventivo ela passou a fazer acupuntura semanalmente, que depois passou para quinzenal e depois uma vez por mês. Além disso tratamos o bruxismo, a insônia, iniciou atividade física regular, além de ter aprendido técnicas de controle da ansiedade. Ela hoje tem crises esporádicas, 1 x ao mês, fracas a moderadas, e ela consegue controlar muito bem com medicamentos comuns. Significa que ela está curada? Não, mas significa que ela consegue conviver muito bem com a enxaqueca, e o melhor, mesmo depois de ter ganhado seu bebê, ela não precisou voltar a utilizar os medicamentos preventivos.

Então nem sempre o objetivo é curar a enxaqueca, muitas vezes o que buscamos é auxiliar a pessoa a conviver com o problema, reduzindo a frequência de crises, intensidade da dor e melhorando a qualidade de vida.

Então falei acima de diversas estratégias de tratamento. Não existe uma receita de bolo para tratar uma pessoa com enxaqueca. Os melhores guidelines sobre o assunto recomendam o tratamento individualizado, estratificado, que seja montado especialemente para cada pessoa. De forma geral, esse tratamento é composto de uma soma de estratégias diferentes.

Eu costumo dizer aos meus pacientes que uma doença, ou um sofrimento importante é uma oportunidade de você melhorar a sua vida. Então iremos tratar a sua vida e a doença. Precisamos tratar os hábitos, comportamentos e os problemas associados para conseguir um bom resultado.

Você precisa conhecer como a sua doença funciona, por isso, tenha um diário de controle da enxaqueca. Anote qual horário a crise vem. Quais alimentos ou hábitos a desencadeiam. Dormiu bem? Tomou bebidas alcoólicas? Menstruou quando (se mulher)?

Todos devem ter um plano terapêutico estabelecido. Vale a pena tomar um medicamento preventivo? Se a crise for muito frequente, talvez você e seu médico optem por um medicamento para prevenir as crises.

Quando as crises não são tão frequentes e você consegue prever que uma crise está chegando, pode-se utilizar o abortamento da enxaqueca. O abortamento da enxaqueca é uma boa estratégia para o tratamento da Dor, que muitas vezes é mais eficaz do que ao se tentar tomar medicamentos após as crises.

Há várias classes de medicamentos específicos para tratar enxaqueca. Consulte seu médico!

Além dos medicamentos, podemos utilizar acupuntura, bloqueios periféricos, botox, e mudanças de estilo de vida.